was successfully added to your cart.

Carrinho

All Posts By

admin

Recursos disponíveis para o primeiro teste piloto!

By | Sem categoria

“O projeto Sky4.0 deu um grande salto e passou da teoria à ação! ”

Em fevereiro, um esforço coordenado internacionalmente resultou na implementação de 3 eventos multiplicadores, onde foram testados os recursos detalhados para as novas soft skills da indústria aeroespacial. Nesses eventos dinâmicos, mais de 20 participantes foram expostos ao material de formação inovador do Sky4.0, que combina teoria com exercícios práticas. Todos os eventos contaram com uma apresentação do projeto Sky4.0 e, em seguida, focaram numa soft skill específica em cada país:

POLÓNIA: flexibilidade cognitiva

Introdução: Temos a possibilidade e a tendência natural de olhar para uma única coisa a partir de um número infinito de ângulos. Existe, por exemplo, a possibilidade de olhar para um grupo de indivíduos de diferentes perspetivas, como por exemplo: traços físicos (masculino/feminino, idade, cor do cabelo etc.) características emocionais (calma, aberta etc.), geográfica (local de nascimento, local) de viver etc.). Tais soft skills estão nas raízes do conceito de flexibilidade cognitiva. Graças a isso, podemos observar uma única coisa de um número infinito de ângulos e criar um número infinito de métodos para resolver um problema…

A formação do piloto para os atuais trabalhadores da indústria da aviação ocorreu em Jasionka (perto de Rzeszów), no Parque de Ciência e Tecnologia de Podkarpackie, no dia 25 de janeiro de 2020. Foi organizado pelo Aviation Valley e INNpuls e reuniu 26 gestores de RH e funcionários do departamento de RH, diversos setores da aviação, trabalhadores da indústria (produção, suprimentos e outros) de 12 empresas de aviação (grandes empresas e setor de PMEs).

O conjunto de informações e formação para os trabalhadores atuais foi discutido e o estudo de caso interessante sobre o impacto das soft skills na tomada de decisões da empresa foi apresentado. Os participantes foram envolvidos em discussões em grupo e envolvidos na elaboração de possíveis soluções para a empresa implementar. Os problemas discutidos estavam relacionados ao impacto em tomar as decisões corretas que serão essenciais para as áreas de negócios da empresa: tomar iniciativa, adaptação a mudanças, pensamento crítico, pensamento analítico, curiosidade cognitiva, flexibilidade cognitiva.

Após a discussão, os participantes foram solicitados a preencher os questionários nos quais foram solicitados a escolher duas das seis áreas de soft skills que seriam da maior importância para a força de trabalho da indústria aeroespacial. Além de fazer a escolha, eles também foram convidados a dar sua opinião por que as soft skills escolhidas seriam importantes para as empresas que representam.

Recebemos 20 questionários e todos os questionários incluíam não apenas a escolha das soft skills mais importantes, mas também um número abundante de comentários escritos justificando a escolha das áreas escolhidas. Aqui está o número de notas anexadas às seguintes habilidades.

Soft skill Número de notas
Iniciativa 9
Pensamento analítico 8
Flexibilidade cognitiva 8
Curiosidae intelectual 6
Adaptabilidade à mudança 5
Pensamento crítico 4

Examinando os questionários, podemos concluir que todas as 6 skills estão no âmbito de interesse dos representantes da indústria aeroespacial, enquanto que a Iniciativa, Pensamento Analítico e Flexibilidade Cognitiva são altamente classificadas na sua. Lendo o conteúdo dos questionários, podemos concluir que o tipo de formação proposto para o projeto SKY 4.0 aumenta a motivação das pessoas, o que tem impacto na efetividade do trabalho e no valor do funcionário para a empresa. Os participantes enfatizaram também a necessidade desse tipo de formação, a fim de acompanhar o ritmo da concorrência e mudanças bruscas no ambiente de negócios. Por outro lado, em alguns questionários, vemos a necessidade de usar o pensamento analítico e crítico, ao introduzir mudanças, devido às características da indústria aeroespacial, ou seja, a necessidade de lidar com os riscos.

Para resumir, a reação dos participantes sobre as áreas e o conteúdo da formação proposto para as soft skills foi mais do que bem-vinda.

Espanha: iniciativa

Introdução: Do pensamento à ação, da ideia à palavra, é assim que definimos a iniciativa: se agirmos, criamos e, portanto, a iniciativa é uma competência necessária para gerar ideias, soluções. Em média, homens e mulheres assistem TV três horas por dia, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística. As 21 horas restantes são para trabalho, sono e tarefas como higiene pessoal, comer ou ir ao banheiro. Finalmente, resta um pouco de tempo para fazer o que queremos. Isso mostra que a maior parte do nosso tempo de lazer é mais passiva do que ativa, mais reativa do que proativa. Assim, a televisão, a maior inimiga do lazer ativo, nos priva de muitas coisas. Um deles está saindo. Em qualquer lugar, mas fora de casa. Trancar-se em casa para pensar é altamente recomendável, mas, por outro lado, o inesperado nunca entrará em sua vida, temos que procurá-lo, apesar de tudo, precisamos tomar iniciativa …

O evento nacional foi organizado em 17.02.2020 pelo IMH:

TURQUIA: pensamento crítico

Introdução: As skills de pensamento crítico são o núcleo da maioria dos trabalhos profissionais e técnicos, independentemente do campo. Estar ciente do que é um argumento e distinguir o argumento de outras coisas ajuda a economizar tempo no trabalho e a encontrar a melhor solução para os problemas. Os empregadores de hoje esperam que os técnicos que entram no 3 local de trabalho tenham “soft skills”; Isso inclui a capacidade de analisar um problema logicamente e formular uma solução, para criar um pensamento crítico. Por exemplo, em uma instalação de fabricação aeroespacial, se houver um problema relacionado à produção, o técnico deve ser capaz de entender qual é o problema, raciocinar, desenvolver uma declaração precisa e informar seus supervisores com o contexto correto. Portanto, os supervisores podem usar esse conjunto de informações (razões) para resolver os problemas pensando criticamente…

O evento nacional foi organizado em 25.02.2020 pela ACA, em Izmir, com 17 participantes. Foi um evento de muito sucesso. Os representantes das empresas aprenderam mais sobre o projeto e também deram um feedback útil para melhorar os materiais. ”

PORTUGAL: curiosidade intelectual

O evento nacional foi adiado devido à pandemia do Covid-19, em breve voltaremos com novidades após a melhoria da situação…

Para mais informações, contacte Alexandros Koukovinis ([email protected]) e Maria Macedo ([email protected]@inova.business)

Uma lacuna pronta a ser preenchida: Soft skills e a Industry4.0

By | Sem categoria

“Uma nova revolução está em aceleração no mundo industrial, suportada por interatividade de equipamentos, tecnologia e dados cada vais mais complexos. Isto terá impacto em todos os departamentos de uma empresa, alterando completamente o layout em que desenvolvem as suas atividades. A indústria 4.0 resultará assim numa otimização dos processos industriais, reduzindo, portanto, os custos e aumentando os ganhos de produtividade.”

A disponibilidade e os custos da tecnologia possibilitam esta transformação, e a mudança será rápida e perturbadora, mudando as regras do jogo num curto espaço de tempo. Aqueles que não conseguem adaptar-se a essas rápidas mudanças estão destinados ao fracasso neste contexto futuro. Trabalhadores de todos os níveis hierárquicos, incluindo empreendedores, precisam de desenvolver competências relacionais e técnicas mais amplas para participar do desenvolvimento de toda a empresa. O fator humano é o maior desafio dessa transformação.

A indústria aeroespacial é um setor muito sensível a essa revolução. É necessário garantir que as empresas que operam nesse amplo mercado adaptem os funcionários às mudanças que virão com a revolução 4.0.

O projeto Sky4.0 visa esse mesmo problema, concentrando-se nos seus principais aspetos: educação e formação dos trabalhadores da indústria aeroespacial; mais precisamente, educação e formação em soft skills. O SKY 4.0 desenvolverá ferramentas para estabelecer as competências necessárias para adaptar os trabalhadores da indústria aeroespacial à nova revolução industrial por meio da educação.

Isso será feito através dos seguintes pilares:

  1. Com o objetivo de desenvolver competências sociais para grupos-chave do setor aeroespacial: i) Empresas e seus trabalhadores; ii) Formadores e prestadores de EFP; iii) estudantes do ensino secundário e politécnicos; iv) Equipas de recursos humanos e gestores de equipas
  2. Aplicar o conhecimento adquirido no primeiro pilar para desenvolver recursos de formação a serem implementados nas empresas.
  3. Ter em consideração os dados das duas primeiras etapas para melhorar os materiais de formação em soft skills para estudantes de cursos EFP, politécnicos, profissionais de EFP e empresas aeroespaciais.

Este documento, pertencente ao primeiro pilar do projeto SKY4.0, estabelece um conjunto de soft skills e compara-as entre empresas do setor aeronáutico. Assim, uma vez estabelecido e verificado o conjunto de soft skills, iniciou-se o desenvolvimento de materiais de formação.

A recolha de informações para este documento foi realizada através de três métodos principais. Uma investigação documental, uma investigação on-line e várias reuniões realizadas nos países parceiros, alcançando todas as partes interessadas.

Para mais informações, contacte Alexandros Koukovinis ([email protected]) e Maria Macedo ([email protected]@inova.business)

Looking back, looking up with Sky 4.0!

By | Sem categoria

“With our hands on the educational materials for current aviation workers – we look back to the last year Sky4.0 events when we met with the future generation of industry passionate employees!”

After the 2nd Partnership Meeting and the Sky4.0 Conference on the soft skills for aviation we started working on the educational materials for current employees in Industry 4.0 in aviation sector. The new trainning programme will help to develop necessary soft skills. Keep in touch and find out more about the combination of interpersonal skills, personality characteristics and emotional intelligence and their relevance in Aviation 4.0 in coming 2 months!

Recursos disponíveis para o primeiro teste piloto!

By | Sem categoria

“Ao mesmo tempo que a Indústria 4.0 está a mudar o futuro das empresas aeronáuticas, a parceria Sky4.0 está a trabalhar ativamente para apoiá-las!”

Nesta transição para a 4ª revolução industrial, o capital humano não deve ser esquecido diante da tecnologia, mas reforçado com um conjunto de competências que permitirá a sua otimização – favorecendo a criatividade, a inovação e o sucesso de uma mudança tecnológica dinâmica no ambiente de trabalho.

A parceria Sky4.0 reuniu-se no dia 18 de setembro em Rzeszów, Polónia, para a 2ª Reunião Transnacional do Projeto e o primeiro evento multiplicador do projeto.

O dia começou com apresentações interativas em que o projeto foi apresentado e a ideia de formação de soft skills foi revelada aos espectadores, juntamente com as metas, objetivos e resultados prometidos do futuro numa discussão aberta facilitada.

Após o sucesso do evento, a reunião do projeto decorreu com os parceiros reviram a investigação que foi concluída e trabalharam para definir as primeiras estruturas do material educacional que será desenvolvido nos próximos meses. O foco atual é nos trabalhadores da indústria aeronáutica e aeroespacial que serão apoiados por unidades didáticas detalhadas, livros de formação e pastas de trabalho e material extensivo para apoiar a implementação das sessões.

Por fim, os parceiros tiveram a oportunidade de participar no evento de outro projeto Erasmus+, o Learn&Fly, onde os alunos competiram no desenvolvimento de sliders e aprenderam ciência através do processo! O entusiasmo dos jovens em descobrir sobre a indústria aeronáutica é um impulso para o Sky4.0, que no próximo período abordará os alunos diretamente, produzindo outro conjunto de materiais educacional para a força de trabalho futura!

Para mais informações, contacte Alexandros Koukovinis ([email protected]) e Maria Macedo ([email protected]@inova.business)

Reunião de arranque do SKY 4.0 em Portugal

By | Sem categoria

Nos dias 11 e 12 de fevereiro de 2019, o consórcio Sky4.0 reuniu-se pela primeira vez em Matosinhos, Portugal, numa reunião estratégica de arranque que reuniu os parceiros de 4 países (Polónia, Portugal, Espanha, Turquia) com o objetivo de moldar o futuro para o capital humano da indústria aeronáutica, atendendo à revolução da Indústria 4.0.

O Sky4.0, projeto que visa uma intervenção ambiciosa e altamente promissora, pretende desenvolver currículos e módulos de formação em torno de trés conjuntos específicos de competências, nomeadamente as competências sociais, competências de desenvolvimento de carácter e competências de Desenvolvimento Pessoal, que devem fornecer uma base para decisões positivas e relevantes no dia-a-dia dos funcionários. Totalmente comprometidos com este objetivo, os parceiros delegaram as responsabilidades para a próxima fase do projeto e reforçaram o plano estabelecido, definindo pontos qualitativos relativos aos recursos a produzir, que estarão disponíveis para todos os interessados.

Sob a orientação do coordenador Aviation Valley, o consórcio Sky4.0 trabalhará intensamente e materializará os seguintes três produtos intelectuais:

O1. Seleção da literatura relevante, relatórios e boas práticas sobre a transição para a Indústria 4.0 do setor aeroespacial e da aeronáutica e preparação de um pack de informações para os trabalhadores atuais.

O objetivo deste O1 é aprofundar o conhecimento sobre as soft skills necessárias para a implementação da indústria 4.0 e seu papel na construção de competitividade das empresas, principalmente no setor de aviação. O desenvolvimento deste intelectual output inclui um conjunto de atividades que visam o desenvolvimento e a avaliação de pacotes de informação e formação sobre soft skills identificadas como cruciais para a implementação da Indústria 4.0 em países parceiros. Os resultados desenvolvidos neste O1 serão adequados às necessidades dos trabalhadores da indústria aeronáutica atual.

 

O2. Materiais de formação e CV sobre Soft Skills da Indústria 4.0 para futuros trabalhadores do setor aeroespacial

Este IO aborda um dos grupos-alvo das atividades de formação do Sky 4.0: do ensino secundário técnico-profissional, assim como estudantes de ensino profissional superior, que podem vir a tornar-se futuros trabalhadores nas empresas da indústria aeronáutica 4.0. Materializa o objetivo do projeto de aproximar o conceito e as exigências da Indústria 4.0 à comunidade estudantil, para que possa aumentar a empregabilidade futura desses jovens, promovendo a aquisição de capacidades e competências que os estudantes de ensino técnico possam precisar no seu futuro emprego em empresas da indústria 4.0.

 

O3. Orientações para a implementação e uso dos materiais informativos, currículos e materiais de formação de soft skills para a Indústria 4.0. no setor da aeronáutica.

Tendo em consideração os resultados preliminares do O1 e O2, o projeto irá desenvolver diretrizes e outros materiais para apoiar a implementação dos módulos. À semelhança do que acontece no O1 e O2, onde um manual de formandos (Manual & Livro de Exercícios) será desenvolvido para aglomerar todas as informações e atividades, no O3 será criado um manual de formação para apoiar a implementação de ações de formação para melhor atender às necessidades identificadas do setor, e para assegurar a sustentabilidade dos resultados do projeto, os Parceiros desenvolverão um WHITE PAPER claro e abrangente abordando questões-chave para a implementação do Conceito Indústria 4.0 em empresas de aeronáutica. Para apoiar na implementação atual da Indústria 4.0, este IO também prevê uma atividade conjunta de “formação de formadores e gestores de RH”, que terá lugar durante a M28 na Polónia.

Focar as Soft skills – O fortalecimento e capacitação do capital humano na Indústria 4.0

By | Sem categoria

A complexidade e a exigência da indústria aeroespacial fazem desta um alvo perfeito para as tecnologias da Indústria 4.0. A digitalização e a interconexão dos meios envolvidos no fabrico e produção tornam possível uma produção mais rápida, segura e barata.

As empresas aproveitam a oportunidade para fortalecer as suas cadeias de fornecimento globais, atraindo fornecedores para a rede, interligando-os através de uma ampla gama de tecnologias baseadas em processamento de dados. Os produtos baseados em dados e análise de dados têm sido usados para explorar novos modelos de negócios dentro da indústria e contribuem para a melhoria das receitas e dos métodos de produção.

A estrutura para a transformação digital da indústria aeroespacial estende-se desde da computação em nuvem e da tecnologia móvel; ao uso de realidade aumentada, análise de big data, sensores inteligentes, tecnologias de deteção de localização até ao interface avançado homem/máquina. Todos elas tecnologias baseadas nos princípios da revolução da Indústria 4.0.

A natureza destas novas tecnologias exigirá mais de todos os membros da força de trabalho em termos de gestão de complexidade, abstração de pensamento e resolução de problemas. Os funcionários terão que agir de forma mais independente e contar com melhor capacidade de comunicação e métodos de organização do seu próprio trabalho. As competências transversais, nomeadamente as que estão relacionadas com caráter humano e as relações interpessoais, terão um papel mais proeminente na cadeia de produção aeronáutica.

Competências como iniciativa, pensamento crítico ou curiosidade intelectual, vão exigir formação e supervisão adequadas que garantirão que cada indivíduo envolvido na cadeia de produção saiba como usar e aplicar essas competências. Assim, novas competências e qualificações pessoais serão necessárias.

Para resolver este problema educacional, serão necessários novos módulos de formação focados nas soft skills e competências sociais. A falta deste tipo de preparação pode levar a erros humanos fatais e perdas financeiras que podem ser evitáveis.

No Sky4.0 reconhecemos como pedras basilares, 7 soft skills essenciais:

  • Flexibilidade cognitiva
  • Curiosidade intelectual
  • Pensamento analítico
  • Pensamento crítico
  • Capacidade de adaptação
  • Iniciativa
  • Comunicação Eficaz em Ambiente Digital

Sky4.0 – uma ideia inovadora, um consórcio experiente para apoiá-la!

By | Sem categoria

A nova revolução industrial é agora uma realidade em todos os setores da indústria europeia (Indústria 4.0). Esta revolução é mais visível nos setores líderes, como o setor aeroespacial, que se encontra agora em processo de implementação de sistemas tecnológicos mais avançados, desenvolvidos com vista a responder aos novos desafios da indústria. Por conseguinte, existe a necessidade de desenvolver uma série de competências nos trabalhadores do setor aeronáutico, nomeadamente da área da Manutenção e Fabrico. Estas competências não são técnicas, mas sim competências transversais – soft skills. A capacidade de tomar a melhor decisão, num estado de equilíbrio mental, pode ser a diferença entre uma operação sem ocorrências ou com erros humanos que poderá levar a consequências fatais. Assim, continua a ser um desafio fazer acompanhar o desenvolvimento da tecnologia, com a melhoria das competências sociais dos trabalhadores.

O objetivo do presente projeto é construir currículos e módulos de formação em torno das soft skills exigidas pela implementação da Indústria 4.0, a saber: competência social e competências de desenvolvimento pessoal. Para tal, o projeto do Sky 4.0 vai focar-se em três prioridades estratégicas principais:

  1. Desenvolvimento e melhoria de aptidões e competências relevantes e de alta qualidade, apoiando os diferentes grupos-alvo do projeto na aquisição e desenvolvimento de SOFT SKILLS FUNDAMENTAIS, a fim de promover a empregabilidade, o desenvolvimento socioeducativo e profissional. Estes grupos-alvo são: a) empresas de aeronáutica e seus trabalhadores; b) Formadores e instituições de EFP; c) Jovens estudantes de escolas secundárias e técnicas do setor aeronáutico; d) Gestores de recursos humanos e de e gestores de equipa em empresas de aeronáutica.
  2. Implementação de práticas inovadoras e desenvolvimento de parcerias destinadas a promover a aprendizagem em contexto de trabalho em todas as suas formas. No âmbito do projeto serão elaborados novos materiais de formação, tanto para trabalhadores atuais, assim como para futuros trabalhadores do setor da aviação, incluindo qualificações de EFP conjuntas. A ideia é aplicar o conhecimento em materiais de formação práticos, com base na vida real e em situações de trabalho e, ao mesmo tempo, incorporar experiência internacional (mobilidade).
  3. Reforçar ainda mais as competências essenciais no EFP, incluindo metodologias comuns para introduzir essas competências nos currículos, bem como para adquirir, fornecer e avaliar os resultados de aprendizagem desses currículos.

Desta forma, as empresas poderão construir um conjunto robusto e efetivo de capacidades por meio de desenvolvimento pessoal, que contribuirão para a melhoria do processo de decisão: decisões relevantes e positivas. Assim, as empresas não contarão apenas com os melhores técnicos, mas também com trabalhadores mais empenhados e cientes das suas responsabilidades.

Por fim, a melhoria das competências dos funcionários na indústria aeronáutica contribuirá para o desenvolvimento de recursos humanos melhor preparados para responder aos desafios da indústria 4.0.